Rua Januário Matroni, 143 - 1º Andar - Guarulhos-SP 11 2472-7113 11 2463-2101 11 4386-4071

Bloco K, o Contador sozinho NÃO PODE lhe ajudar

Saiba mais sobre Bloco K, o Contador sozinho NÃO PODE lhe ajudar

O contador é fundamental para organizar os documentos de uma empresa e descomplicar todo o processo fiscal. Porém o novo Bloco K dá um passo adiante no nível de controles e consequentemente, na necessidade de organização da empresa para atender as exigências. E isto transcende o conhecimento dos escritórios de contabilidade.

No e-mail anterior comentamos sobre basicamente o que será o Bloco K, se você quiser rever este material basta clicar aqui. Estamos falando basicamente de informações do processo produtivo, as operações e o fluxo de materiais.

Assim como outras obrigatoriedades do SPED fiscal, o bloco K deverá estar contido na massa de dados enviado pela empresa ao fisco para quem tem esta função interna. Para quem terceiriza a contabilidade, geralmente o caso de empresas menores, todas as informações específicas de movimentação e consumo de material, perdas e substituições de materiais, pela empresas ou terceiros, deverão ser enviados a estes escritórios.

A receita federal não está interessada nos detalhes da sua produção, nos seus segredos industriais ou sua estratégia de atuação. O que eles querem é enxergar claramente o fluxo de bens entre empresas, da extração do minério até cliente que comprou um engate para seu veículo (por exemplo). Querem enxergar todo o caminho que estes materiais percorreram até serem adquiridos no final da cadeia, e podendo colocar uma lupa em um dos elos produtivos, se for o caso.

Semanalmente vamos lhe mandar alguns conteúdos que achamos interessantes, se você já quiser ler mais sobre o tema, entre em nosso site.

A equipe Moura Fernandes lhe deseja sucesso nesta transição!


Por: MOURA FERNANDES

Outubro 30th, 2017

Categorias: Artigos, Bloco K



Gostou? compartilhe!

Solicite um orçamento